SUPERFATURAMENTO EM OBRAS PÚBLICAS: Entenda e Evite os Principais Artifícios.

13 E 14 DE MAIO –  PORTO ALEGRE/RS

DESTAQUES DO TREINAMENTO

  • Como analisar a planilha orçamentária contratual?
  • Que valor adotar quando não existe o preço do serviço no Sinapi?
  • Há sobrepreço quando todos os custos foram obtidos no Sinapi?
  • Quando deve ser exigido o BDI diferenciado ou reduzido?
  • Como aditivos podem provocar superfaturamento?
  • Como identificar jogo de planilha e jogo de cronograma?
  • Que cuidados tomar para que atrasos de obra não provoquem superfaturamento
  • Quando a alteração da metodologia executiva constitui superfaturamento e quando não constitui?
  • Como valorar o superfaturamento por deficiência de qualidade?
  • Quais os cuidados que o fiscal deve ter quando aprovar medições?
  • Como realizar a análise de um pleito de reequilíbrio econômico financeiro?

PÚBLICO ALVO

Gestores e fiscais de obras; Gerentes de contratos de obras; Projetistas; Advogados; Engenheiros; Arquitetos; Gestores públicos em geral; Pregoeiros e membros de comissões de licitação; Auditores e servidores de órgãos de controle interno e externo; Orçamentistas; Peritos judiciais; Servidores públicos e profissionais relacionados com o processo de gestão, planejamento contratação e execução de empreendimentos de infraestrutura.

O TREINAMENTO

O superfaturamento é um dos problemas mais graves e recorrentes das obras públicas brasileiras. As investigações realizadas pela Operação Lavajato evidenciaram o elevado grau de disseminação dessa prática e sinalizaram a necessidade de que se adotem medidas para coibi-la.
Faz-se necessário, portanto, que todos os agentes públicos envolvidos com obras públicas – especialmente os fiscais, gestores de contratos, orçamentistas, pareceristas e auditores – estejam capacitados a identificar o coibir o superfaturamento de obras sob sua responsabilidade.
É esse o objetivo do presente curso. Ministrado por ex-secretário de fiscalização de obras do TCU, o treinamento abordará os diversos tipos e artifícios utilizados para superfaturar obras públicas, com destaque para a apresentação de casos reais e da jurisprudência do TCU. Ao final, os treinandos estarão aptos a conduzir contratos de obras sem a ocorrência de superfaturamento.

iconpdf

Acesse o conteúdo completo do evento fazendo o download do PDF.

CARGA HORÁRIA

16 HORAS

INVESTIMENTO

R$ 2.990,00

POR PESSOA. CONSULTE CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA GRUPOS.

INCLUINDO

CERTIFICADO COM REGISTRO EM CARTÓRIO, PASTA EXECUTIVA, CANETA, LAPISEIRA, MARCA TEXTO
04 COFFEE BREAKS

PALESTRANTE

mendes

ANDRÉ MENDES

Atualmente é auditor do Tribunal de Contas da União, onde ingressou em 1995, tendo ocupado o cargo de Secretário de Fiscalização de Obras entre 2007 e 2012. Antes, foi Diretor da 1ª Diretoria Técnica da Secretaria de Fiscalização de Obras e Patrimônio da União e titular da Secretaria de Engenharia e Serviços de Apoio. Dedicou-se por mais de dez anos às atividades relacionadas à auditoria de obras públicas, tendo realizado diversas auditorias, entre as quais se destaca a avaliação do custo de reprodução do conhecido complexo do TRT/SP. Previamente ao seu ingresso no TCU, foi Engenheiro Supervisor do Banco Itaú em Brasília, onde trabalhou por mais de nove anos gerenciando divisão responsável pelas atividades de manutenção, construção e adaptação de agências em doze estados localizados nas regiões central e norte do Brasil. Antes disso, trabalhou por quatro anos em construtoras de Brasília, administrando obras e elaborando orçamentos e cálculo estrutural de edificações. Na área de treinamento, ministra cursos de orçamentação, licitação e gestão contratual de obras públicas desde 1997, pelo Instituto Serzedello Corrêa, Fundação Getúlio Vargas e diversas outras instituições, e apresentou trabalhos técnicos no I, III, IV, V, VI e VII SINAOPs – Simpósios Nacionais de Auditoria de Obras Públicas. Foi membro do CONAOP – Comitê Nacional de Auditoria de Obras Públicas, Diretor Executivo e Presidente do Conselho Deliberativo do IBRAOP – Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas. Possui diversos artigos técnicos publicados na Revista do TCU, na Revista Capital Público e na Revista Construção e Mercado e é autor do livro Aspectos Polêmicos de Licitações e Contratos de Obras Públicas (Ed. Pini, 2013).

INVESTIMENTO

R$ 2.990,00

(dois mil, novecentos e noventa reais)

A cada 4 inscrições nesse treinamento, efetuadas pelo mesmo órgão e vinculadas a mesma fonte pagadora, a Con Treinamentos concederá cortesia para uma quinta inscrição.

Pagamento:

A inscrição poderá ser efetuada pelo telefone (41) 3376-3967 , através do e-mail contato@contreinamentos.com.br ou pelo nosso site www.contreinamentos.com.br

O pagamento deverá ser realizado em nome de ConnectON Marketing de Eventos Ltda, CNPJ nº 13.859.951/0001-62 em algum dos seguintes bancos:

BANCO BRADESCO
Ag. 3200 – C/C 7760-7

BANCO DO BRASIL
Ag. 3041-4 – C/C 125.211-9