CGU publica Painel de Integridade Pública com novos gráficos e funcionalidades

Após período de manutenção, o Painel de Integridade Pública volta ao ar com novos conteúdos

A Controladoria-Geral da União (CGU) publicou hoje uma versão atualizada do Painel de Integridade Pública com novos gráficos, mais conteúdos na ferramenta de comparação e solução para download de dados pelos usuários. O Painel continua com o mesmo endereço de acesso (http://paineis.cgu.gov.br/integridadepublica/).

Os dois novos gráficos publicados refletem o processo de avaliação dos programas de integridade dos órgãos e entidades do Poder Executivo federal realizado pela CGU a partir de 2021:

  • Gráfico 1.2 – Atendimento dos requisitos da designação da UGI, que passa a registrar o status das Unidades de Gestão da Integridade (UGIs) decorrente do processo de avaliação realizado pela CGU;
  • Gráfico 9 – Avaliação dos programas de integridade pública, que registra a quantidade de órgãos/entidades quanto a situação do processo de avaliação da CGU (não iniciada, iniciada e concluída).

O Painel de Integridade Pública também ampliou o conjunto de informações da funcionalidade “Comparação de órgãos”. Nesta nova versão, a quantidade de gráficos disponíveis para comparação passa de 8 para 12, contando inclusive com os dois novos gráficos (1.2 e 9).

Outra funcionalidade desta nova versão é a página “Download dos dados”, que disponibiliza os conteúdos de todos os gráficos do Painel para download, tanto em formato XLS (padrão de arquivos do Microsoft Excel) quanto em CVS (Valores Separados por Vírgula). Nas primeiras versões do Painel de Integridade Pública, publicado na plataforma QlikView, era possível realizar o download dos dados diretamente de cada gráfico. A atual plataforma (PowerBI) ainda não conta com essa ferramenta e a solução para disponibilizar os dados aos usuários foi a criação dessa nova página.

O aperfeiçoamento do Painel de Integridade Pública é resultado de um trabalho em conjunto da Coordenação-Geral de Integridade Pública (CGIPUB), da Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) e da Assessoria de Comunicação da CGU (ASCOM).

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp