Governo economiza R$ 35 milhões em compra centralizada de computadores de alto desempenho

Foram registrados 23.360 itens para 180 órgãos de todo o Executivo

O governo federal economizou R$ 35 milhões na aquisição centralizada de computadores para 180 órgãos de todo o Executivo federal, por meio do Pregão Eletrônico nº 20/2021, realizado pelo Ministério da Economia (ME). O objetivo foi a compra de desktops voltados para atividades mais especializadas, como manipulação de bases de dados e desenvolvimento de softwares. O resultado foi divulgado na última terça-feira (26/10).

“Esta contratação foi motivada pelo processo de modernização das compras públicas. Fizemos um levantamento da demanda a partir das informações incluídas no Plano de Contratações Anual (PCA), conforme o estabelecido na nova Lei de Licitações”, explica o secretário de Gestão da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital (SEDGG) do ME, Cristiano Heckert.

Ao todo, foram registrados 23.360 itens na Ata de Registro de Preços. De acordo com o secretário, essa economia de R$ 35 milhões é baseada na comparação entre o valor estimado e o resultado final da licitação, além do ganho de escala.

A empresa vencedora do certame foi a Lenovo Comercial e Distribuição Ltda. De acordo com o edital do pregão, será permitida a adesão à Ata de Registro de Preços em até 100% do volume inicial solicitado, desde que haja anuência do fornecedor.

Confira todos os documentos referentes à licitação.

Notebooks

Na última semana, a Central de Compras do ME divulgou um novo edital para a aquisição de notebooks de alto desempenho, por meio do edital do Pregão Eletrônico nº 27/2021. A sessão pública ocorrerá no dia 8 de novembro, às 9 horas (horário de Brasília), e deve suprir a demanda de 180 unidades de compras para a aquisição de mais de 11 mil equipamentos móveis.

Fonte: Ministério da Economia

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp