Não resista as novas tecnologias, o futuro não espera!

Em meio a tantas tecnologias que surgem e se mostram sólidas para o mercado, o BIM  (building information modelling) é a grande aposta do momento na administração publica. o software não se difundiu no brasil apenas por ser uma novidade, mas porque foi capaz de revolucionar os processos que antes eram “analógicos”. O BIM gerou oportunidades e coibiu ameaças, acelerando o trabalho de quem lida com projetos complexos diariamente.

Dar o primeiro passo para implanta-lo no órgão, empresa, entre outros, leva tempo e investimento, mas, sobretudo, coragem. arriscar em uma tecnologia que chegou no mercado, causa um movimento de transformação e impacto. em contrapartida, é mais fácil continuar fazendo o mesmo, com a mesma fórmula que já funciona há anos, não é mesmo?

Te dizemos: não é. O BIM é um software 100% confiável, mas trazê-lo para os seus projetos irá exigir a saída da zona de conforto e um “olá” para as inúmeras possibilidades que irão surgir a partir daí. É preciso que os órgãos e entidades da administração pública brasileira estejam preparados para esse novo marco regulatório, e construam um processo de integração entre as diversas disciplinas, desde o planejamento até a pós-ocupação!

Tomar essa decisão, além de dar as mãos para o futuro, irá Impactar diretamente na melhoria técnica da qualidade dos projetos e das obras, bem como a otimização da gestão do empreendimento público, uma vez que tende a eliminar aditivos, reduzir custos, facilitar o acesso às informações, auxiliar na tomada de decisões, inibir desvios de conduta e ampliar a transparência.

Deve resultar ainda no surgimento de oportunidades para os profissionais da área. De acordo com uma reportagem do jornal O Tempo, como uma das principais características da metodologia é a multidisciplinaridade, a maioria dos cursos de exatas, como arquitetura e engenharias, oferece base sólida, mas a atuação específica depende de especialização. Segundo informações do site focado em mercado de trabalho Glassdoor, atualmente a faixa salarial do BIM Manager no Brasil varia de R$ 8.000 a R$ 10 mil.

Além da geração de empregos, o governo tem o objetivo de aumentar a transparência e disseminar o BIM em território nacional. Além de industrializar a obra e reduzir os custos em aproximadamente 20%, o BIM permite a visualização virtual do produto final antes da execução, prevendo possíveis problemas que possam surgir. Com isso, evita-se o retrabalho e o desperdício, que é um problema recorrente na construção civil brasileira.

Criado no início dos anos 2000, o BIM é a representação virtual de uma obra. Seu grande diferencial é a quantidade de informações que traz sobre cada detalhe do projeto. Além de permitir uma pré-visualização do resultado final em termos de estética, nele já constam dados sobre acabamento, ventilação, materiais, instalações elétricas e hidráulicas, entre muitos outros. O BIM pode ser usado durante toda a vida útil do edifício, desde seu nascimento até sua demolição, passando pelas manutenções pontuais.

É por isso que a CON Treinamentos preparou o II BIM EXPERIENCE para você! Ele oferecerá uma grande oportunidade de dialogar com profissionais que já adotaram esta metodologia disruptiva que está revolucionando a construção civil brasileira e mundial e começa a integrar o dia a dia da administração pública.

Não deixe para amanhã, o futuro não espera. A CON te espera para essa experiência inovadora e transformadora. (Link inscrição)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp