Tarcísio de Freitas, em Florianópolis: “Maior obra rodoviária em andamento no Brasil”

Ministro da Infraestrutura vistoriou a obra do contorno viário da capital catarinense, que tem 50 quilômetros e já recebeu investimento privado de quase R$ 1,7 bilhão

Com R$ 1,65 bilhão de investimento privado já aplicados, o Contorno Viário de Florianópolis (SC) teve o andamento das suas obras bem avaliadas nesta quinta-feira (24) pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. “Hoje temos a maior obra rodoviária em andamento no Brasil. Estamos falando de quase R$ 1,7 bilhão já investidos, e, de fato, nós estamos vendo a coisa acontecer”, afirmou.

O Contorno será um corredor expresso de 50 quilômetros com pista dupla, seis acessos por trevos, quatro túneis duplos, 14 pontes e mais de 20 passagens em desnível. Já foram concluídas quatro pontes, seis passagens em desnível, um trevo completo e 11 quilômetros de pavimentação.

Atualmente a obra emprega mais de 2,8 mil trabalhadores que, no momento, trabalham na construção simultânea de quatro túneis duplos, obras de terraplanagem, drenagem e pavimentação. “É uma obra muito complexa, devido questões topográficas, mas tudo está correndo bem”, destacou Tarcísio.

ROCHAS – Acompanhado pelo diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Alexandre Porto, pela vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr, e integrantes da bancada federal catarinense, Tarcísio vistoriou o túnel 1 e acompanhou a detonação de rochas pela Arteris Litoral Sul, concessionária da obra.

O projeto é um dos mais modernos do país, em termos de concepção rodoviária. O objetivo do Contorno Viário é desviar o tráfego pesado do eixo da BR-101 que margeia Florianópolis e os municípios próximos da capital catarinense. O investimento total para a construção do contorno será de R$ 3,7 bilhões.

“É uma honra para nós recebermos o Ministro de Infraestrutura e poder apresentar para ele toda essa movimentação, que garante o avanço dessa que é uma obra fundamental para o desenvolvimento do Sul do Brasil”, comentou o presidente da Arteris Litoral Sul, Sérgio Garcia.

Fonte: Ministério da Infraestrutura

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp